Nossos rostos merecem a mesma proteção que nossos telefones?



A tecnologia de reconhecimento facial levanta uma questão vital: que papel queremos que essa forma de inteligência artificial desempenhe em nossa sociedade?